DestaquesÉ FalsoSem categoria

É FALSO que Bolsonaro tenha chamado os Nordestinos de Paraíba

Bolsonaro em Café da Manhã com a Imprensa internacional, Imagem: Reprodução.

Tem circulado em todos os grandes jornais a notícia alarmante de que o Presidente da República Jair Bolsonaro teria chamado o Povo Nordestino de Paraíbas, a notícia é FALSA!

Durante a manhã do dia 19, Bolsonaro recebeu a imprensa internacional em uma entrevista durante o café da manhã, a transmissão pela TV Brasil – Emissora de televisão do Governo Federal começou antes da coletiva começar e acabou por captar parte da conversa informal do presidente com os ministros, em especial o Ministro Onyx Lorenzoni (casa Civil).

A fala do presidente foi deturpada pela imprensa nacional, que publicou a seguinte transcrição:

[FALA FALSA] “Daqueles governadores de… “paraíba”, o pior é o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara” (Transcrição segundo o Portal G1, Ligado à Rede Globo)

O que levaria o público à seguinte interpretação enganosa: “Daqueles governadores Paraíbas, o pior é o do maranhão, não devemos ter nada com aquele cara”.

Mais uma vez, boa parte da imprensa não postou o trecho do vídeo, e quem postou, o fez com o áudio extremamente baixo e sujo, de forma a induzir o leitor ao erro.

Nossa equipe periciou o áudio e bastou aumentar o volume e usar fones de ouvido para a verdadeira fala se revelar. Ao assistir ao vídeo, a menos que você tenha um sistema de som stereo muito bom, é imperativo que use Fones de Ouvido, ou não ouvirá algumas sílabas corretamente.

No vídeo acima podemos ver o que Bolsonaro realmente disse:

[FALA VERDADEIRA] “Aquele governador de… Paraíba… é pior do que o de Maranhão, (Não) Tem que ter nada pra esse cara!”

Em interpretação direta temos: “Aquele governador da Paraíba é pior que o do maranhão, não devemos ter nada com ele”.

Obs.: No vídeo acima o áudio foi aumentado para que as sílabas faltantes possam ser ouvidas, elas também podem ser ouvidas nos vídeos veiculados pela imprensa, desde que use fones de ouvido stereo de qualidade e escute com atenção mais de uma vez.

Então vem a pergunta: Se a mídia mentiu, então como ouvimos ele dizer diferente no vídeo veiculado na TV e alguns sites?

Simples: Durante a perícia notamos que, além do volume baixo da captação feita longe do microfone, algo normal em um audio vazado, o volume de algumas sílabas parece ter sido baixado propositalmente durante a edição, dando assim o novo sentido à fala, notamos também um corte abrupto logo antes da palavra “Aquele” que causa um falso som de D, o que pode levar a uma falsa compreensão, fazendo parecer com “Daquele”.

Para a correção, tudo o que fizemos foi elevar o volume dessas sílabas de volta a seu nível, e em seguida aumentar o volume geral, com isso o sentido original da fala se revelou.

NOTA DA EDIÇÃO:
É lamentável a atitude da imprensa nacional ao recorrer a artifícios tão baixos com o intuito de difamar um político ou quem quer que seja.
Notamos nesse caso que as emissoras sequer tiveram o trabalho de periciar o vídeo para ver se tratava de algo verdadeiro ou manipulado, simplesmente acreditaram cegamente na transcrição do primeiro veículo de comunicação que o publicou, vale lembrar que não só o Portal G1 publicou a transcrição falsa, mas todos os grandes portais de notícia e boa parte das emissoras de TV, não foi uma falha exclusiva deles, só o citamos por pegar a transcrição de lá, não temos como afirmar se a reprodução em massa da notícia pelos veículos de comunicação se deu por desleixo, incompetência da produção ou por malícia, a única coisa que podemos afirmar é a fragilidade do jornalismo brasileiro no que compete ao compromisso com a verdade.

Obs.: Estamos tentando entrar em contato com a TV Brasil para conseguir o vídeo original, assim que conseguirmos, o adicionaremos em forma de atualização.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo