DestaquesÉ FalsoSem categoria

Emmanuel Macron critica Bolsonaro usando foto antiga e espalha Fake-News sobre a Amazônia

Imagem: Loren McIntyre – 1989

Em uma mensagem em tom alarmista postada no Twitter pelo presidente francês Emmanuel Macron, e por celebridades em decadência como Leonardo Di Caprio e Gisele Bündchen(essa no Instragram), afirmavam que a amazônia está queimando, e usaram uma foto da década de 1980 para ilustrar.

E aqui embaixo o print do Tweet para caso ele se envergonhe e delete:

O Tweet diz: Nossa casa está queimando. Literalmente. A floresta amazônica – os pulmões que produzem 20% do oxigênio do nosso planeta – está em chamas. É uma crise internacional. Membros da Cimeira do G7, vamos discutir esta primeira ordem de emergência em dois dias! #ActForTheAmazon

Se ele soubesse que as palavras for e the, não soam nada bem em português quando juntas… 😀

Como vemos, Emmanuel Macron foi além, não bastou usar uma foto falsa, teve que propagar também a Fake-News de que a amazônia produz 20% do Oxigênio do planeta, enquanto os relatórios de todos os estudos mais recentes mostram que praticamente todo o oxigênio produzido na amazônia é consumido por suas plantas e animais, e que grande valor da amazônia se encontra em sua biodiversidade e em seu papel para regular o clima.

Vale lembrar que a expressão Pulmão do Mundo, utilizada por Macron, se referindo à Floresta Amazônica não é de cunho científico, mas sim, publicitário, e não é utilizada por nenhum pesquisador, apenas por ativistas e alguns marqueteiros saudosistas dos anos 90, quando a expressão citada era popular.

NOTA DA EDIÇÃO:
É importante lembrar que a frança é um dos maiores, senão o maior exportador agrícola da união Européia, e que por isso, não existe nenhum interesse da parte do presidente francês em um acordo com o Mercosul, já que isso significa enfrentar a concorrência de países que possuem uma carga tributária bem mais baixa e com produtos melhores e mais baratos, apesar da existência do argumento de que a França ganharia com esse acordo devido sua exportação de produtos manufaturados, a verdade é que boa parte da indústria francesa já se encontra nos países do Mercosul, juntando isso à pressão feita pelos sindicatos rurais franceses, basta somar dois mais dois e entenderemos o real motivo de Macron ser contra o acordo UE – Mercosul.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo