DestaquesÉ FalsoSem categoria

Postagem de blogueiro usa dados falsos ao comparar economias de 2016 e 2019

Logo de cara você deve ter notado que chamei o suposto jornalista de blogueiro, e isso não é por maldade, porém, jornalistas postam fatos, essa pessoa posta as opiniões pessoais dele, logo, o jornal dele seria melhor classificado como um blog, isso sim é um fato.

Bom, agora vamos checar os tópicos para ver o que bate e o que não bate:

“Em 2016 estávamos em crise: Dólar R$ 2,70”
Texto de imagem publicado no Facebook que, até as 19h30 do dia 22 de novembro, tinha sido compartilhado por mais de mil pessoas.

FALSO!

Em 2016, a cotação mais baixa do dólar americano foi atingida no dia 25 de outubro, com o valor de R$ 3,1193. Ou seja, em nenhum momento daquele ano a moeda foi vendida a R$ 2,70, como indica a imagem. segundo o  Banco Central. O dólar mais caro de 2016 foi vendido no dia 21 de janeiro – R$ 4,1558

“Em 2016 estávamos em crise: (…) Gasolina R$ 2,85”
Texto de imagem publicado no Facebook que, até as 19h30 do dia 22 de novembro, tinha sido compartilhado por mais de mil pessoas.

FALSO!

Segundo dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP) o menor preço atingido pela gasolina foi de R$3,638 o litro. O maior, em dezembro: R$ 3,734 o litro.

“Em 2016 estávamos em crise: (…) Desemprego 6%”
Texto de imagem publicado no Facebook que, até as 19h30 do dia 22 de novembro, tinha sido compartilhado por mais de mil pessoas.

FALSO!

Os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) mostram que, no primeiro trimestre de 2016, a taxa de desocupação dos brasileiros era de 10,9% – o equivalente a 11 milhões de pessoas. No último trimestre daquele ano, a taxa era de 12%, ou 12,2 milhões de pessoas.

“Em 2016 estávamos em crise: (…) PIB 3,0%”
Texto de imagem publicado no Facebook que, até as 19h30 do dia 22 de novembro, tinha sido compartilhado por mais de mil pessoas.

FALSO!

Segundo a série histórica do Produto Interno Bruto (PIB), mantida pelo IBGE, no último trimestre de 2016, a economia brasileira havia encolhido 3,3% – considerando valores acumulados em doze meses. A variação negativa era menor do que a observada nos três trimestres anteriores – -4,4% (1º trimestre), -4,5% (2º trimestre) e -4,1% (3º trimestre) –, mas, ainda assim, muito distante dos 3% positivos indicados na imagem, quem não lembra das reportagens em 2015 e 2016 ridicularizando a Presidente Dilma Rousseff pelo “pibinho”?

EM 2019:

Dólar a R$4,20 = VERDADEIRO, MAS…
Já veio assim de anos anteriores, não houve nenhum aumnto significativo na administração atual.

Gasolina R$ 4,45 = VERDADEIRO, MAS…
Também foi herdado de governos anteriores.

Desemprego R$ 12% = VERDADEIRO, MAS…
A taxa apenas se manteve desde os governos anteriores.

PIB: menos de 1% = VERDADEIRO, MAS…
Está bem maior que em 2016.

No geral, logo após o impeachment de Dilma Rousseff a economia começou a dar sinais de melhora, e seguiu melhorando durante os anos de 2017 e 2018, sofrendo em 2019 uma melhora significativa conseguindo pela primeira vez sair da contenção de gastos em alguns setores, prova disso é a redução dos riscos ao ponto de abaixar a taxa Selic de 14,25% em 2016 para 5,5% em 2019, com previsão de 5% para o final de 2020

Essa notícia também foi checada pela agência Lupa

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo